quinta-feira, 9 de junho de 2016

Instagrans Artísticos Para Seguir

19:35:00
Eu amo todo tipo de arte e em especial ilustrações e pinturas. Acho que as imagens são a forma mais simples e linda de comunicação, são poesias para os olhos, como tudo na vida elas tem a possibilidade de inúmeras interpretações a partir dos olhos de quem vê e sente. Sigo alguns Instagrans com o tema e como são tantas hipóteses para seguir resolvi separar meus 3 de ilustração preferidos mais um bônus com pintura em tela, Instagrans apenas com leituras visuais maravilhosas para você se deliciar, então vamos lá.


@mftfernandez 
O primeiro é o da Fernanda Fernandez. Ela é brasileira e faz ilustrações maravilhosas e delicadas. Eu já achava o trabalho incrível, depois que vi a ilustração com a minha frase preferida de “Orgulho e preconceito” me apaixonei de vez. Tudo que ela posta da pra perceber tamanha sensibilidade que carrega, vale a pena seguir.

@merakilabbe
Já esse Instagram é tão feminino e psicodélico que me perco. Ilustras surrealistas, minimalistas, formas geométricas e simbólicas. Eu me vejo muito nas ilustrações, sempre com flores saindo pelo corpo, o olhar pra dentro de si com um universo, a nudez tão pura e natural, acho lindas demais.

@birdblackbird
Nesse eu vejo as ilustrações e penso em estampas de camisetas ou tatuagens, serio, queria muito algumas assim. Também numa pegada psicodélica e com elementos do universo, mas, bastante coloridas, traços fortes e detalhados, meio old school, sim, amo e irei protegê-los.


@dimitramilan
E o bônus mais lindo do mundo, esse achado maravilhoso da vida: Dimitra Milan. Ela é grega, filha de artistas e com apenas 16 anos cria essas imagens incríveis. Faz pinturas de óleo em tela surrealistas, delicadas e coloridas. Eu a sigo desde o ano passado e sou apaixonada por ela, pelo talento, dedicação e beleza (sim, ela é uma princesa). Eu amo pintar (porém não sei), me arrisquei em algumas telas de forma simplória e agora estou voltando a pintura, quando ficar pronto talvez eu mostre aqui para vocês, mas só informando, não sou 0,0000001% de Dimitria, então, recomendo esse feed para apreciar de fato belas pinturas.


Post curto e pretendo fazer outros no estilo, indicando outros igs. Espero que gostem dessas lindezas e sintam a beleza dessas imagens.

Beijos Iaiá.

terça-feira, 24 de maio de 2016

Para Assistir na Netflix

17:57:00
Quem nunca passou mais tempo na Netflix escolhendo que filme ver do que vendo necessariamente?! Pensando nisso resolvi criar uma pequena lista falando um pouco sobre e o que senti vendo para  ajudar na escolha desse feriadão que vem aí ou em qualquer tempinho extra que tiver.

Todos gostamos de assistir filmes que mexem conosco de alguma forma, então, separei 3 filmes e uma série que me abalaram em algum ponto e estão disponíveis na Netflix para saborearmos. Vamos aos títulos:

1- Gênio Indomável

Um colega me indicou esse filme e logo na sinopse já gostei, vi essa semana e não me arrependo. É um filme (drama) de 1997 que conta a história de um jovem que já teve muitos problemas com a polícia e está trabalhando como servente em uma faculdade. Um professor (Lambeau) deixa em um quadro uma equação "impossível" de resolver e esse jovem, Wil (Matt Damon) resolve na maior facilidade. Após uma encrenca Will é preso e Lambeau descobre que ele quem resolveu a equação e consegue um acordo para soltarem esse gênio, que teria que frequentar aulas de matemática e um terapeuta. Aí que começa a ficar interessante, Will não consegue se relacionar com nenhum terapeuta, debocha de todos e nenhum aceita tratá-lo, onde Sen (Robin Williams) chega a trama com um personagem forte e vivido e a relação dos dois começa a funcionar.
Eu me apaixonei pelo filme, Will é aquele cara que sabe tanto que eu ficaria feliz em passar meus dias ouvindo ele falar, Sen me lembrou um pouco do personagem de Robin Williams em Amor Além da Vida, já falei desse filme AQUI e amo demais, os diálogos entre eles são fascinantes, mesmo sendo um filme de drama tem muitos toques engraçados e românticos (Will conhece uma moça que leva ele a se conhecer melhor e querer algo). Apesar de o final ser meio clichê o desenrolar do filme é fantástico, agrega muitas reflexões, a evolução dos personagens é incrível e tem uma capacidade imensa de nos manter conectados o tempo todo a trama. 
Curiosidades: Filme produzido por Lawrence Bender, mesmo produtor de quase todos os filmes de Quentin Tarantino. 
Roteiro de Matt Damon e Ben Affleck. 

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Universo Particular

17:57:00
Esses dias ví essa imagem é fiquei pensando em como tudo é uma questão de profundidade, de importância que você dá a algo, que a visão de cada um para cada coisa é tão particular, que aquela frase "a beleza está nos olhos de quem vê" é tão verdade, que cada vida é tão única mas somos todos tão todos.

Sim, nós somos todos, somos um todo, somos o mundo, nós somos deus, nós somos todas as coisas, e ao mesmo tempo nada

terça-feira, 10 de maio de 2016

Links do Mês #1

17:31:00
Hoje inicio um projeto aqui no Blog, o "Links do Mês", em parceria com o grupo do Facebook, Daydream. Irei reunir os links mais legais de cada mês e trazer para compartilhar com vocês os lindinhos/interessantes, assim terão um post cheio de coisas bacanas para viajar por aí! 

Esse mês serão 4 links + um bônus por fora do projeto. Post em maio com links de abril, e assim será, sempre com links do mês anterior. Para acessar o site só clicar no nome do post em azul; então, vamos lá.  

quinta-feira, 5 de maio de 2016

Resenha: O Oceano no Fim do Caminho

03:29:00
O Oceano no Fim do Caminho é um livro do Neil Gaiman, já falamos desse autor aqui no Blog, nesse post, e confesso que por mais que eu tenha gostado da oratória e das obras adaptadas para o cinema, nunca havia lido nenhum livro do autor, mas já adianto, não me decepcionou nem um pouco! 

O Oceano no Fim do Caminho, publicado pela Editora Intrínseca em 2013, contendo 208 páginas é um livro de aventura, ação, fantasia e te transporta para a leveza da imaginação infantil.

O narrador e protagonista já adulto -sem nome revelado, o que me fez trata-lo como Neil todo tempo, já que é uma obra que contém casos reais e faz parecer que realmente foi a infância dele- volta ao lugar onde passou boa parte da infância para um funeral, daí decide visitar a casa onde morou, e mais a frente, a casa de uma velha amiga (a única) que ficava no fim do caminho, era a casa de Lettie Hempstock, que morava ali com sua mãe e avó. Chegando lá encontra apenas uma das mulheres e vai até ao lago que sua amiga costumava chamar de Oceano, meio confuso por estar ali, começa a lembrar de coisas do passado que estavam esquecidas bem no fundo. 

"- Nada nunca é igual. - Respondeu ela.- Seja um segundo mais tarde ou cem anos depois. Tudo está sempre se agitando ou se revolvendo. E as pessoas mudam tanto quanto os oceanos."