segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Dois Documentários Para Assistir Hoje

Sabe quando você assiste ou lê algo que quando termina fica horas pensando sobre? Então, esses documentários BRASILEIROS fizeram isso comigo e, na missão de amiga, irei dividir com vocês e espero, de verdade, que eles mexam com alguém de alguma forma positiva.

O primeiro eu se chama "Eu Maior", assisti há algum tempo e confesso que estava louca para falar dele. Quantas vezes você já não se fez perguntas que pareciam não ter respostas, ou que eram respondidas com outras perguntas, coisas que a maioria das pessoas buscam entender? Esse vídeo tem como base o autoconhecimento e a busca da felicidade. Um convite para aumentar sua vontade de pesquisar, entender e respeitar sua vontade interior, virar detetive de você e do mundo. Neste, foram entrevistadas trinta personalidades, desde líderes espirituais a esportistas, o que deixa em aberto diversas visões e auxilia através de reflexões a criar sua própria ou a pelo menos enxergar melhor.
Quando vi esse documentário fiquei com uma frase na cabeça que não me lembro quem exatamente disse, mas era assim "tudo um dia será nada e esse nada será tudo que um dia procuramos encontrar", pode parecer um pouco de viagem, mas para mim faz muito sentido, além de me lembrar esse texto que fiz, e que somos só uma faísca no universo... E como Ted disse em How I Meet Your Mother "o caminho que importa, não o destino".


 


Já esse segundo vídeo assisti ontem e logo nos três primeiros minutos já me encantei, chama-se "Observar e Absorver" onde Eduardo Marinho, filho de militar, com a vida estabilizada, mas infeliz por viver daquela forma imposta pela sociedade, decide largar tudo e viver por ele, pelas suas próprias vontades, e o mesmo não se mostra nem um pouco arrependido. Extremamente inteligente e visionário ele se comunica de forma simples e ao mesmo tempo incrível, ele consegue transparecer facilmente muitos pensamentos que eu tenho e o que mais me admira é que ele pratica o que diz, ele vive, ele faz, ele enxerga. A ideia de que nós temos que mudar o mundo mas não pra nós é exatamente igual a minha, eu não aguento essas pessoas "ah, infelizmente é assim, eu penso diferente mas não posso fazer nada pra mudar", caramba, pode sim! Certamente não para você, mas só de não compactuar com aquilo e não abaixar a cabeça vai ser algo pra alguém algum dia, sabe?! Além de se mudar internamente, estar aberto a ouvir, receber a crítica ou o que seja e refletir, evoluir. A visão de religião também é muito parecida com a minha, enfim, me identifiquei e me emocionei com o cara, então, assistam!




Bom, eu sou uma pessoa que gosta de histórias, gosta de ouvir pessoas inteligentes (não apenas academicamente, inteligentes na vida também), apesar de não conseguir me relacionar bem, sou mais eu e tela (gostaria de ter esse contato social, acho que seria muito mais interessante pra minha vivência mas ainda não consigo), gosto de saber de coisas mesmo que eu não conheça muito e acho que todos nós temos algo pra ensinar e para aprender, então, para mim, esses documentários são ouro. Espero de verdade que alguém veja e se identifique, ou fique com alguma pulga atrás da orelha, ou abra os olhos e tenha uma visão maior do que a cerca. Enfim, espero que gostem...

Beijos, Iaia.

10 comentários:

  1. Eu não costumo assistir muitos documentários, na verdade, isso me lembra muito os filmes que a escola passava para a minha turma assistir. Mas, fiquei realmente curiosa sobre esses dois. Parece ter uma história bem legal!

    ResponderExcluir
  2. Que demais! Eu adoro documentários, tenho planos de fazer um. Achei extremamente interessante o primeiro. Favoritei seu post pra poder assistí-los mais tarde.
    É difícil ver indicações de coisas desse tipo, fiquei feliz de achar aqui.
    O mais interessante é saber que estamos em constante processo de mudança e descobrimento de nós mesmos.

    Baú de Canto

    ResponderExcluir
  3. Que layout maravilhoso !! hahaha
    Eu já assiti o primeiro documentário e sinceramente ele é incrível, com certeza todo mundo deveria ver pelo menos uma vez na vida e já salvei o outro para poder ver depois <3
    beijos
    www.fotografandofelicidade.com

    ResponderExcluir
  4. Sempre tive uma relação de amor e ódio com documentários. Meu tio SEMPRE assistia e era difícil tomar o controle dele, então eu via junto. Amava saber de tudo que passava, mas odiava ficar com as perguntas que ficavam. Ainda sim, é uma fonte de conhecimento maravilhosa, que é entretenimento além de ensinar.

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem? Sou a única pessoa que não gosta de documentários? Sei lá, não tenho o costume de assistir coisas do tipo. Entretanto, amei teu post, bem completo! Beijo, boa noite!

    ResponderExcluir
  6. Quero assistir esse do marinho, deve ser ótimo, deve fazer refletir muito!
    Já muito tempo não assisto documentários.


    www.cantinhob.com

    ResponderExcluir
  7. Amo documentários,me interessei bastante por este do Marinho! pareci ser super legal. Normalmente, assisto vários documentários sobre Natureza ♥ amo amo!
    Beijitos.

    ResponderExcluir
  8. Adorei a dica! Vou assistir esses seriados no fim de semana depois te conto oque achei.

    ResponderExcluir
  9. Oie, tudo bem? Meu namorado gosta muito de assistir, de vez em quando vejo com ele. Acho muito interessante aprender sobre coisas diferentes, que nos ensinam e nos faz crescer como pessoa. Ainda não conhecia nenhum dos dois mas já salvei para assistir. Gostei muito da indicação. Beijos, Érika ^-^

    ResponderExcluir